Site Meu INSS: Como simular seu tempo de contribuição para aposentadoria

Saiba como utilizar o portal do INSS para fazer simulação de aposentadoria

Você acha que já está na hora de aposentar ou gostaria apenas de saber quanto tempo falta para a aposentadoria? Pois saiba que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) conta com uma ferramenta exclusiva online, através do portal MEU INSS, onde é possível fazer uma simulação do tempo de contribuição e avaliar quanto tempo ainda falta para o recebimento do benefício.

A ferramenta chama-se “Simulação de Tempo de Contribuição” e ela está localizada juntamente com os outros serviços do portal. É possível fazer uma simulação inserindo os dados de seus últimos e atual serviço manualmente ou o sistema puxa automaticamente todas as suas informações quando é efetuado o login no site meu.inss.gov.br.

O resultado da simulação é bem interessante e pode servir de “guia” para o seu planejamento. Por isso hoje estaremos dedicando este artigo para ensinar como realizar uma simulação no portal do Meu Inss.

Antes de fazer a sua simulação é importante saber

Toda a simulação é feita com base nos dados do segurado junto à previdência. Pode ser que haja divergências nas informações e que falte tempo ou que haja condições especiais como os anos insalubres.

Trata-se de uma simulação, portanto não é garantido que após o resultado seja possível dar entrada na aposentadoria. Mas se os números já estão pré aprovados as chances são grandes. Agora em casos especiais, ainda é necessário ir até uma agência para poder dar entrada no pedido.

Como simular seu tempo de contribuição com a Previdência no portal Meu INSS

Como citamos acima, existem duas maneiras de realizar a simulação. A primeira é acessar o portal https://meu.inss.gov.br e clicar em “Simulação de Tempo de Contribuição” no menu da lateral esquerda do site.

Então na próxima página será exibido uma mensagem para você realizar o login e carregar os vínculos com as empresas e o INSS automaticamente. Se optar por incluir manualmente, insira a sua data de nascimento defina se a consulta será para contribuinte masculino ou feminino e clique no “+” para adicionar um ou mais vículos.

Será solicitado na próxima janela a data de admissão e de demissão. Após inserir estas informações clique em “Simular”.

Na próxima janela será exibido o tempo simulado, a sua idade, quantos pontos você alcançou com o período de contribuição, quantos pontos faltam e as principais regras sobre a atual previdência.

Se for necessário conferir mais detalhes sobre a simulação, clique em “Detalhar”.

Segunda opção

Já a segunda maneira de fazer a simulação, é realizando um login no portal do Meu INSS.

Acesse https://meu.inss.gov.br clique em “Entrar” no menu superior direito e depois clique em “Login”. Uma nova janela será aberta e você estará no Cidadão.br onde será necessário inserir o seu CPF e senha utilizada para o cadastro no Meu INSS ou clicar em “Cadastre-se”.

Após inserir os dados de login e selecionar a caixa “Não sou um robô”.

Caso seja necessário fazer o cadastro, saiba que ele é gratuito.

Então clique em “Autorizo”, pois o sistema do Cidadão BR terá acesso a informações como o CPF, NIT e nome completo.

Após o login, todos os seus vínculos da carteira de trabalho serão adicionados automaticamente a simulação do INSS, desde o primeiro até o atual. Então de maneira fácil role a página até o final e clique em “Simular”.

Caso ache necessário adicionar mais algum vínculo ou tempo de contribuição, antes de efetuar a simulação clique no “+” e então coloque os dados e só então simule. É possível também editar os vínculos existentes ou excluí-los caso ache necessário.

Resultado

Em ambas as maneiras de simulação o resultado é semelhante. Será exibido o tempo restante, a sua pontuação e todos os detalhes com base na regra atual de 30 anos de contribuição para mulheres e 35 anos de contribuição para homens. No caso também será levado em consideração a idade do contribuinte.

Porém a partir da reforma da previdência (se for aprovada no congresso), estes resultados deverão ser com base na idade de 65 anos para homens e 62 para mulheres, além de um tempo mínimo de contribuição de 20 anos.

O resultado não leva em consideração o fator previdenciário, que pode influenciar negativamente com relação ao benefício.

A simulação é válida apenas para uma simples conferência, não garantindo qualquer direito a aposentadoria. Quando os dados são inclusos manualmente na simulação, ou são realizadas alterações nos dados que foram importados automaticamente, o INSS poderá solicitar a comprovação dos períodos de contribuição, através de documentos.

Como imprimir o relatório da simulação

Após o resultado ser exibido em sua tela, o portal Meu INSS permite que o mesmo seja impresso. Ele é exibido em PDF, com detalhes sobre os vínculos e seus tempos de contribuição.

Para imprimir basta clicar em “Detalhar”. Um PDF será baixado em seu computador. Abra-o e então clique na impressora ou aperte Ctrl+P.

Neste PDF serão exibidas informações como:

  • Tempo simulado;
  • Sua idade;
  • Sexo;
  • Idade + tempo de contribuição;
  • Tempo que falta para a aposentadoria;
  • Quantidade de pontos sem a aplicação das regras do fator previdenciário;
  • O vínculo trabalhista;
  • E a tabela progressiva.

A seguinte mensagem também será exibida no PDF:

“Este demonstrativo é uma simulação da contagem do tempo de contribuição, válida apenas para simples conferência. A simulação não garante o reconhecimento do direito ao benefício. Algumas informações podem ter sido incluídas ou alteradas durante a simulação. Ao pedir o benefício, o INSS pode solicitar que você apresente documentos para comprovação dos períodos trabalhados/contribuídos.“

Para obter outras informações sobre o simulador e se você acha que há alguma inconsistência nos relatórios, é preciso ir até uma agência do INSS ou ligar no telefone 135.

Esteja com sua documentação em mãos para facilitar o atendimento.

Leia também nosso artigo sobre como fazer o pedido de aposentadoria no meu INSS

Deixe um comentário