Menu

Dicas para escolher a melhor opção de aposentadoria

O que o trabalhador deve fazer para não errar na hora de escolher a melhor opção de aposentadoria?

Depois de tantos anos de luta e entrega, é preciso se aposentar para poder enfim descansar e curtir mais amigos, familiares e a vida. Entretanto, apesar de todo o esforço, o processo de aposentadoria é repleto de detalhes e burocracias com as quais o trabalhador precisa ficar sempre atento para não perder tempo ou dinheiro.

Para ajudar no esclarecimento de dúvidas, preparamos um texto para você que quer se preparar para o futuro. Veja dicas de como não errar na hora de escolher a melhor opção para a sua aposentadoria!

Conheça os dois tipos de cálculo

Quem vai se aposentar pelo INSS pode escolher seu benefício de acordo com dois cálculos: o fator previdenciário ou a fórmula 85/95. Com isso, você poderá saber o momento correto de se aposentar com cada um dos métodos, veja:

Fator previdenciário

É uma técnica de cálculo de valor da aposentadoria criado no Governo FHC, que leva em conta o tempo de contribuição do segurado, a idade com a qual ele se aposenta e uma alíquota fixa, atualmente em 0,31.

É um método que deixa menor o valor da aposentadoria de quem deixa de trabalhar mais cedo, por isso, só é recomendável para quem já está avançado em idade e com um bom tempo de contribuição, fazendo o dinheiro render mais, caso o cálculo do fator resulte em um número maior do que 1.

Fórmula 85/95

A fórmula 85/95 permite que os segurados se aposentem com o valor integral do benefício se a soma de suas idades com o tempo de contribuição atingir 85 para mulheres e 95 para homens, respectivamente. Entretanto, esta soma não é definitiva. Conforme a expectativa de vida da população aumenta, a tendência é que a soma 85/95 também seja expandida. As regras atuais valem até o ano de 2018.

Ela pode ser uma boa escolha para contribuintes com um alto tempo de contribuição, mas que não necessariamente sejam idosos. Por exemplo: mulheres com 55 anos de idade e 30 de contribuição já poderiam aposentar com o valor integral do benefício, sem ter que recorrer à fórmula do fator previdenciário.

Com isso, o contribuinte pode ficar mais tranquilo para se aposentar, mesmo antes de chegar à terceira idade, caso o tempo de contribuição seja suficiente, respeitando-se o tempo mínimo de contribuição de 30 anos para mulheres e 35 anos para homens.

O funcionário do INSS que atender ao seu caso deve fornecer informações completas e precisas sobre as características do seu benefício e do quanto você iria receber de acordo com cada método, indicando qual a melhor alternativa para a sua aposentadoria. Em todo caso, é sempre importante estar bem informado sobre o processo todo.

Vale lembrar ainda que a reforma da previdência, se aprovada, deve padronizar o tempo mínimo de contribuição em 25 anos para ambos os sexos, com idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para homens. Entretanto, se você já deu entrada em sua aposentadoria, não sofrerá com mudanças.

Quer saber mais? Acesse os outros artigos do nosso blog e fique por dentro!

Dicas para escolher a melhor opção de aposentadoria
4.7 (93.33%) 3 votes
Compartilhe no Facebook

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *