Menu

Como conferir valores da Aposentadoria na Carta de Concessão

Os segurados do INSS que deram entrada na aposentadoria e estão recebendo o benefício, podem analisar se os cálculos dos valores estão corretos. Os dados e informações sobre o perfil do aposentado está presente na carta de Concessão do INSS.

Este documento entregue na casa dos segurados trás de forma detalhadas tudo o que foi considerado para chegar ao valor pago de aposentadoria do segurado. A carta mostra os cálculos que são feitos para se chegar no salário de benefício.

Verificando a carta de concessão da aposentadoria

A carta de concessão é o documento enviado pelo INSS para os aposentados e segurados da Previdência Social. O primeiro passo é verificar os dados pessoais, como número do benefício, data de concessão e número do NIT (número de identificação do trabalhador).

Verifique em seguida se todas as contribuições feitas após julho de 1994 entraram na conta do beneficiário. Para isso, compare o documento com holerites da carteira de trabalho. Caso esteja correto, poderá passar para o passo seguinte, da verificação do cálculo do valor.

aposentadoria-valores-carta-concessao-inss

Como encontrar o valor correto da aposentadoria

Para calcular o valor do benefício da aposentadoria, o INSS utiliza da média salarial, que são as 80% maiores contribuições feitas pelo segurado, após julho de 1994, as demais são descartadas. Depois são aplicadas regras de cálculo do valor, que variam conforme o tipos de aposentadoria. Quem completou a pontuação 85/95, somando tempo de contribuição e idade, receberá o valor integral do benefício.

  1. Maiores contribuições: para chegar a este valor pega-se as 80% maiores contribuições, as demais são descartadas
  2. Para fazer a conta, o total das contribuições deve ser multiplicado por 0,2. O resultado será o número de contribuições que precisam ser descartadas.

Exemplo: Um segurado da previdência tem um total de 250 contribuições após de 1994. 250 x 0,2 = 50. O número de pagamentos que devem ser descartados será de 50.

Cálculo para cada tipo de aposentadoria

Cada tipo de benefício tem um cálculo diferente. Na aposentadoria por idade usa-se 70% da média salarial, mais 1% a cada ano de contribuição. Na aposentadoria por tempo de contribuição, pode-se utilizar do fator previdenciário e pela regra 85/85.

  • Pelo fator: Após chegar a média salarial, aplica-se o fator previdenciário
  • Pela regra 85/95: o benefício será igual a média salarial

Informações da carta de concessão

  • Fator previdenciário: Índice que deverá ser aplicado ao se aposentar pelo fator
  • Tempo de contribuição: Informa o total de pagamentos de contribuições ao INSS que foram feitas pelo segurado
  • Salário de benefício: Conta usada para chegar no valor final da aposentadoria. Calcula-se a média salarial e multiplica-se pelo fator previdenciário.
  • Renda mensal iniciada: Valor que o segurado receberá de aposentadoria. Para os segurados que aposentam pela fórmula 85/95, a renda mensal inicial será igual à média salarial.

Caso o segurado encontre algum erro no cálculo de seu benefício, poderá pedir a correção junto ao INSS, ou até mesmo ira a Justiça para revisão do valor.

Compartilhe no Facebook
One Comment
  1. Ricardo dezembro 5, 2016

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aposentadoria e Previdência
no seu email

Receba grátis no seu email dicas sobre aposentadoria e como ganhar mais