Menu

Guia GPS em atraso: Como quitar as Contribuições do INSS

Muitos cidadãos que planjam se aposentar pela Previdência Social, acabam atrasando os pagamentos das contribuições ao INSS por algum motivo. O que muitos não sabem é que essas dívidas com a previdência podem fazer com que sua aposentadoria que mais distante. Isto porque é preciso estar em dia com as contribuições para dar entrada no processo junto ao INSS.

Vantagens de pagar o INSS em atraso

A grande vantagem em quitar os pagamentos com o instituto, é que o segurado poderá completar mais rapidamente o tempo de contribuição exigido pela atual Previdência, para conseguir a aposentadoria.

Na atual exigência, é necessário cumprir a regra 95/95, que obriga mínimo de contribuição de 30 anos para mulheres e 35 para homens. Somando a idade e tempo de contribuição, é preciso atingir a regra.

Leia também: Trabalho temporário conta tempo de contribuição

Com os pagamentos regularizados junto à Previdência, o contribuinte garante a qualidade de segurado, ou seja, qualquer que seja a reforma na previdência (se ela realmente acontecer), o mesmo não será prejudicado.

inss-atraso-previdencia

Como emitir a Guia GPS

Contribuintes individuais que fizeram ao menos um recolhimento junto ao INSS, podem emitir a guia GPS com todos os atrasos para pagamento. No site do Ministério da Previdência Social – www.mtps.gov.br, é possível emitir a guia para pagamentos de até cinco anos de atraso. Para períodos acima de cinco anos, será necessário se dirigir até uma agência da Previdência em sua cidade.

Leia também: Direitos de quem se aposenta

Quem ainda não contribuiu

Os cidadãos que ainda não estão inscritos no INSS, ou ainda não fizeram nenhum recolhimento, devem solicitar o atendimento presencial junto à Previdência, para que seja feita a retroação da data de início da contribuição, que permite efetuar os pagamentos em atraso. É importante fazer esse pedido, para que o período em que não houve contribuição, seja incluído no cálculo para a contribuição para aposentadoria.

Vale lembrar que caso o cidadão não possua cadastro no INSS, será necessário comprovar que exercia atividade remunerada como autônomo no período que não fez as contribuições devidas.

Leia também: Quais os planos de contribuição ao INSS

Como descobrir o valor devido à Previdência Social

Os segurados que têm dúvidas sobre suas contribuições junto à Previdência, podem procurar o instituto e solicitar um relatório dos pagamentos devidos. Outra maneira é fazer uma simulação no site, para saber exatamente qual é sua dívida.

Compartilhe no Facebook
No Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *