Menu

Extrato do FGTS: Saiba como consultar o Saldo do Fundo de Garantia

Saldo de contas inativas do Fundo de Garantia pode ser consultado de diversas formas – Possui uma conta inativa do FGTS? Aquela que o empregado deixa de receber os valores de seu empregador seja por rescisão do contrato ou por extinção do mesmo. Sim? Tanto a consulta quanto o saque serão permitidos até o dia 31 de dezembro de 2015, conforme anúncio proferido pelo Presidente Michel Temer nesse mês. Essa medida pode beneficiar mais de dez milhões de trabalhadores

Direito de saque do FGTS

Antes da informação do Presidente, o direito de saque do FGTS era apenas de quem estivesse desempregado por mais de três anos sem interrupção, agora, até quem está empregado pode sacar o valor. Lembrando que a conta tem que estar inativa para ter direito ao benefício.

Para pegar um exemplo simples, um trabalhador que foi demitido sem justa causa antes de dezembro de 2015, ou pediu demissão do emprego, terá direito a sacar seu saldo completo da conta do fundo de garantia.

saldo-fgts

Consulta saldo e extrato do FGTS

A consulta ao saldo do FGTS pode ser presencial, via atendimento da Caixa, e utilizando o cartão cidadão. Pela internet no site da caixa, informando o NIS (número do PIS/Pasep), pelo celular através de aplicativos do FGTS nos sistemas Android e IOS, gratuitamente ou acessando o site pelo smartphone. Outra opção é pela agência indo até a unidade bancária de sua cidade, portando seus documentos pessoais.

O valor só estará disponível para saque no ano que vem e um calendário será divulgado para esclarecimentos e datas. Conforme o presidente Michel Temer, 86% das contas inativas do FGTS têm saldos inferiores a um salário mínimo. Não há limite para a retiradas dos valores das contas inativas. O presidente também expôs que os saques das contas inativas do FGTS não prejudicam projetos sociais no qual verbas desse fundo são utilizados como o Programa Minha Casa Minha Vida.

Veja também como consultar o extrato INSS

Sobre o Fundo de Garantia

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta e é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.

Lembrando que tem direito ao FGTS, o trabalhador que apresente contrato regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e, também, trabalhadores rurais, temporários, avulsos, dentre outros. O trabalhador não pode sacar o valor depositado por seu empregador atual. O Governo pretende com essa medida, movimentar e modificar a economia atual. Segundo Temer, cerca de R$ 30 bilhões injetados na economia brasileira.

Dúvidas? Entre em contato com a Central de Atendimento da Previdência Social pelo telefone 135. O horário de atendimento vai das 8h às 23h, de segunda-feira a sábado.

Compartilhe no Facebook

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *